JC Curtis/Fundacc

Fundacc abre inscrições para pescadores interessados em participar do 22º Festival do Camarão



Postado em: 29/04/2019


Os pescadores interessados em participar da 22ª edição do Festival do Camarão de Caraguatatuba devem entregar a documentação solicitada até sexta-feira (10) na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca. A tradicional festa será realizada entre os dias 12 e 21 de julho na Praça de Cultura. A lista dos contemplados para a concessão das barracas de culinária será divulgada no site e fixada no mural da Fundacc, além da sede da Associação de Pescadores da Praia do Camaroeiro, no dia 15 de maio.

Os documentos necessários devem ser acessados no edital publicado no site da Fundacc –https://fundacc.sp.gov.br/regulamento-de-concessao-de-barracas-22o-festival-do-camarao-2019/.

Para a realização do Festival, a Fundacc irá conceder 22 barracas, sendo 20 para comercialização de alimentos/refeições preparados, obrigatoriamente, à base de camarão e mandioca, das quais 19 barracas são destinadas exclusivamente a membros da Associação dos Pescadores da Praia do Camaroeiro e uma a membros da Associação dos Pescadores Artesanais da Zona Sul de Caraguatatuba. As outras duas são para doces caseiros e tradicionais da região.

Os selecionados para ficar com as barracas também devem participar das reuniões preparatórias como organização, manipulação de alimentos, degustação, questões sanitárias; da procissão marítima e cerimônia “Barcos ao Mar”, no dia 26 de maio de 2019, às 10h, no Entreposto de Pesca da Praia do Camaroeiro, com embarcações obrigatoriamente decoradas; e nos dias do 22° Festival do Camarão, em suas respectivas barracas.

O Festival do Camarão é realizado pela Fundacc – Fundação Educacional e  Cultural de Caraguatatuba em parceria com a Associação dos Pescadores da Praia do Camaroeiro e tem apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca. O objetivo do evento é valorizar, preservar, proteger e divulgar o patrimônio cultural e imaterial de Caraguatatuba para as gerações futuras, sobretudo o patrimônio cultural ligado à vida pesqueira dos caiçaras do Litoral Norte de São Paulo.

Tem, ainda, o propósito de ser fonte de geração de renda para a comunidade pesqueira, com exclusividade aos pescadores de camarão da Praia do Camaroeiro após o período de defeso.



Últimas Notícias