Suspeito de estuprar crianças de 6 e 12 anos e mulher de 21 anos em São Sebastião é preso na capital



Postado em: 13/03/2019


A Polícia Militar prendeu, na madrugada desta quarta-feira (13/3), na região dos Jardins, em São Paulo, o empresário A.L.S., 37 anos, suspeito de estuprar duas crianças - uma de 6 anos e outra de 12 anos - e uma mulher de 21 anos em São Sebastião. Os crimes foram cometidos no final do mês passado e, desde então, a Polícia Civil investiga o caso. O suspeito era comerciante no bairro de Maresias. O Radar Litoral entrevistou a delegada da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher de São Sebastião), Dra. Junia Cristina Leme Macedo, que comanda as investigações. 

A.L.S. foi preso ainda durante a madrugada em uma casa nos Jardins, região nobre da capital. Dos crimes cometidos, dois casos são de estúpro de vulnerável e ocorreram no próprio bairro de Maresias. A outra vítima foi capturada pelo acusado no bairro da Topolândia. 

A delegada Dra. Junia Macedo salienta que podem haver mais vítimas. "Pode ser que haja sim mais vítimas. Que tenham confiança em denunciar, pois não pode e não ficará impune". A Delegacia de Defesa da Mulher funciona no mesmo prédio do 1DP de São Sebastião, na Vila Amélia, região central da cidade. 

O acusado presta depoimento e seria encaminhado ao sistema penitenciário. O presídio ainda será definido pela justiça. 

Alerta a redes sociais

Dra. Junia Macedo faz um alerta sobre o uso de redes sociais. "É preciso muito cuidado com redes sociais. Por exemplo, o veículo que começaram a divulgar logo após os crimes não era do autor. Existe uma imaturidade absurda no uso das redes sociais", avalia. 

Ela acredita que tais divulgações fizeram com o que o acusado fugisse para a capital.  "A Polícia Civil trabalha silenciosamente, com a investigação detalhada e neste madrugada tivemos a prisão". 



Últimas Notícias