Luís Gava/PMC

Prefeitura de Caraguatatuba oferece esportes adaptados para pessoas com deficiência



Postado em: 10/02/2019


Pessoas com qualquer tipo de deficiência que queiram praticar esportes, com interesse em participar de competições ou em apenas realizar alguma atividade física, podem procurar a Prefeitura de Caraguatatuba por meio da Secretaria de Esportes e Recreação (Secer), para realizar a inscrição.

As modalidades oferecidas são natação, bocha, atletismo ou rollerski (esqui com rodas), este último, implantado neste ano. Dentro de cada categoria, o atleta pode seguir para diferentes segmentos.

As inscrições devem ser feitas na Secretaria, na Avenida José Herculano, 50 – Jardim Britânia (dentro do Centro Esportivo Municipal). Podem se inscrever pessoas com mais de 10 anos de idade, munidas de RG, CPF, atestado de aptidão física e avaliação médica da patologia.

Atualmente, o setor de esportes adaptados da Secer, possui 62 atletas, sendo 28 de alto rendimento, aqueles que treinam com foco em competição e representam o município em diferentes campeonatos.

Segundo o diretor de esportes adaptados, Marcio Prado, Caraguatatuba possui vários atletas competindo em grandes níveis, alcançando diversos títulos. “Temos atleta com recorde das Américas; vice-campeão sul-americano e até que compõem o ranking nacional”, disse.

“A prática de esportes é essencial para a saúde física e mental de qualquer pessoa e para as pessoas com deficiência pode significar muito além de apenas uma atividade física. Eles adquirem mais confiança em si mesmos, autoestima, além de benefícios de força e motivação”, destaca Marcio.

O professor de esportes adaptados, Rodrigo Brandt, conta que além atividades para atletas de alto rendimento, também oferecem aulas de iniciação, para quem busca inclusão social por meio do esporte.

“No convívio com os alunos, eles desabafam e contam que a iniciação no esporte, foi um divisor de águas em suas vidas. Muitos limites que eram impostos por eles mesmos foram superados. Hoje, alcançaram autonomia e independência na realização de tarefas simples do dia a dia, graças a melhora física conquistada pelo esporte”, conta Rodrigo.

Os treinos são realizados diariamente, nos períodos da manhã e tarde. Primeiramente os alunos passam por avaliação física para detectar os pontos fortes e fracos e qual modalidade seguir; preparação física; coleta de dados; treinamento e por último, equipe de alto rendimento, quando alcançam um nível mais alto e passam a receber bolsa paratleta.



Últimas Notícias