Vereador quer aumentar em 500% TPA para limitar número de veículos na Ilha; Associação Comercial questiona projeto



Postado em: 15/01/2019


O vereador Luiz Paladino, o Luizinho da Ilha (PSB), protocolou projeto de lei na Câmara Municipal que aumenta em 500% o valor da TPA (Taxa de Preservação Ambiental), que é paga na saída de Ilhabela. Com a assinatura de mais cinco vereadores, caso a proposta seja aprovada, os veículos de passeio passarão a pagar R$ 45,00 contra os R$ 7,50 atuais.

Luizinho afirmou que a proposta é uma das medidas necessárias para tirar os veículos de um dia e melhorar a qualidade do turismo. “Em função do custo, este turista de um dia não virá mais de carro. Precisamos diminuir o fluxo de veículos no arquipélago”, afirmou.

Ele afirmou que o Legislativo tem poucos instrumentos para inibir a limitação e qualidade do turismo e acredita que esse projeto seja uma delas. Dentro da proposta, está uma fiscalização mais efetiva sobre os recursos da TPA e a sua utilização também para infraestrutura e destinação final de resíduos sólidos.

Luizinho da Ilha disse que é possível conceder descontos para veículos de abastecimento no arquipélago e também para as pessoas que se hospedam em hotéis e pousadas.

O vereador afirmou que pretende fazer uma ampla discussão da proposta com a comunidade. “Inicialmente, vamos fazer reuniões com a Associação Comercial e a Associação de Hotéis e Pousadas e depois uma audiência pública”. A sua expectativa é de que o projeto seja votado dentro do prazo regimental de três meses.

Segundo ele, em um primeiro momento, a medida parecer ser impopular, mas ao longo do tempo vai melhorar o turismo de Ilhabela e haverá mais investimentos na área ambiental.

A proposta, além do autor, tem a assinatura dos seguintes vereadores: Nanci Zanato, Anísio de Oliveira, Valdir Veríssimo, Marquinho Guti (presidente) e Cleison Guarubela.

Valores

Confira os valores caso o aumento seja aprovado:

Moto R$ 3,00 para R$ 18,00

Carro R$ 7,50 para R$ 45,00

Caminhonetes R$ 12,00 para R$ 72,00

Vans R$ 30,00 para R$ 180,00

Micro-ônibus e caminhões R$ 45,00 para R$ 270,00

Ônibus R$ 57,00 para R$ 342,00

Outros projetos

Luizinho afirmou que pretende apresentar em breve mais dois projetos. Um deles autorizativo, que limita o número de veículos em Ilhabela e que o acesso seja feito por voucher, com agendamento. O outro proíbe a circulação de caminhões nos finais de semana e feriado.

“São medidas num primeiro momento impopulares, mas necessária, para garantir a mobilidade urbana e a qualidade de vida do morador e do turista”.

Associação Comercial

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ilhabela, Rafael Oliveira Morais, disse que a proposta de aumentar em 500% o valor da TPA é uma ação pontual, “que não resolve nada. Essa medida vai atingir a rede hoteleira, pois vai afastar os hóspedes”.

Em sua opinião, deveria haver um estudo de mobilidade urbana, incentivando o uso do transporte coletivo, oferecendo desconto nas passagens aos hóspedes da rede hoteleira.

Ele acredita que Ilhabela será prejudicada nas ações do Circuito Litoral Norte, “pois um turista, por exemplo, que estiver em Caraguatatuba e for visitar o arquipélago pagará R$ 19,00 para entrar (tarifa das balsas) e R$ 45,00 para sair (TPA). Vai desistir”.

Rafael Morais entende que a medida não vai impactar o turismo de um dia que é predatório e que atravessa a pé. Sobre as outras propostas, ele afirmou que já existe uma lei que limita o número de veículos, da época do prefeito Manoel Marcos, basta regulamentá-la.

Quanto á proibição de caminhões aos finais de semana e feriados, o presidente da Associação Comercial acredita que a medida é inviável, pois o serviço de travessia é deficiente e as entregas se tornarão mais escassas.



Últimas Notícias