No 'pico do verão', travessia volta a registrar dias com mais de 4 horas de espera e balsas paradas para manutenção



Postado em: 10/01/2019


Em plena alta temporada, a travessia São Sebastião-Ilhabela voltou a registrar filas com tempo de espera superior a quatro horas. Às 17h desta quinta-feira (10/1), este era o tempo estimado para embarque de veículos do lado de São Sebastião, de acordo com o site da Dersa, empresa ligada ao Governo do Estado e responsável pelo serviço. Das sete balsas que integram a frota, cinco estavam em operação, sendo pela manhã apenas quatro.

Na quarta-feira (9/1), o serviço também operou com quatro embarcações. Em outubro do ano passado, o então secretário de Logística e Transportes, Mário  Mondolfo, afirmou em reunião com o prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, secretários e vereadores da cidade, que na temporada seriam oito embarcações. A oitava balsa não chegou e o serviço ainda tem operado com a frota reduzida. 

Ainda na reunião, o então secretário confirmou a chegada da primeira lancha catamarã, com capacidade para 370 passageiros, o que não aconteceu. A segunda lancha tinha a chegada prevista para o início deste ano.

Com forte calor, turista e moradores sofreram na fila nesta tarde: quatro horas de espera

Novo secretário na região

No último dia 5, os secretários estaduais de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e de Logística e Transportes João Octaviano Machado Neto, estiveram em São Sebastião, onde se reuniram com o prefeito Felipe Augusto (PSDB) para discutir travessia por balsas e a retomada das obras do contorno da Rodovia dos Tamoios. Também participaram do encontro o presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), Milton Persoli, e o deputado estadual Antonio Carlos Junior (PSDB), que assumiu a cadeira recentemente. "Estamos em nosso terceiro dia de governo e já descemos a serra a pedido do governador João Dória para conhecer de perto e buscar as melhores alternativas para solucionar este que é um dos grandes problemas de São Sebastião. Iniciaremos imediatamente os estudos e esperamos ter as primeiras respostas efetivas até o Carnaval", planejou.

Secretaria dos Transportes

O Radar Litoral entrou em contato com a Secretaria de Logística e Transportes, nesta tarde de quinta-feira (10/1), que informou que "a atual gestão iniciará estudos para modernizar a operação com o objetivo de reduzir o tempo de espera dos usuários na Travessia São Sebastião/Ilhabela". 
 
Paralelamente a esse processo, a secretaria também está em tratativas para buscar soluções no curto e médio prazo para ampliar a oferta e melhorar a qualidade do serviço prestado à população. O tempo elevado para embarque registrado nos últimos dias na Travessia São Sebastião/Ilhabela tem ocorrido em razão do excesso de veículos típico da temporada de verão, quando o volume no sistema aumenta entre 25% e 30%. Além disso, nesta semana, duas balsas precisaram ser retiradas de operação para manutenção e preparação para vistoria, respectivamente. Uma delas tem previsão de retorno nesta sexta-feira (11/1).
 
Ainda de acordo com a Secretaria de Logística e Transportes, "várias ações já estão em curso para trazer melhorias ao sistema, que receberá o reforço da oitava embarcação. Porém, a empresa que executava a reforma da balsa FB-20, com capacidade para 40 veículos, não cumpriu as obrigações legais e, dessa forma, a Dersa terá que convocar a segunda empresa classificada no processo licitatório para que ela dê prosseguimento na remodelação da embarcação".

Sobre os catamarãs, "a Dersa informa que a lancha LS-02 teve a reforma concluída e aguarda os últimos ajustes para começar a operar na travessia, o que deverá ocorrer ainda nesta primeira quinzena de janeiro. Já a reforma da outra lancha, a LS-04, foi 50% concluída, porém, a empresa que realizava os trabalhos não cumpriu com as obrigações legais e, portanto, teve o seu contrato rescindido, em dezembro do ano passado. A Dersa está tomando as medidas legais para dar andamento ao processo licitatório para a reforma. As duas embarcações têm capacidade para transportar até 370 passageiros". 

 



Últimas Notícias