Foto do internauta: Diego Oliveira

Forte chuva causa alagamento em diversos bairros de Ubatuba; serviços públicos são prejudicados



Postado em: 08/11/2018


A Defesa Civil de Ubatuba segue acompanhando os índices pluviométricos pelos bairros da cidade devido às chuvas constantes e intensas dos últimos dias. Os números estão acima da média em alguns pontos. Na região da Maranduba, os acumulados chegam a 138 mm; na região do Ipiranguinha foram registrados 114mm e na Marafunda, 101mm. Continua o monitoramento, principalmente às áreas de risco de inundação e deslizamento de encostas.

O índice é calculado pela quantidade acumulada em 72 horas, indicadas por 22 pluviômetros automáticos, cedidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), além dos nove semi-automáticos espalhados pela cidade.

De acordo com o diretor da Defesa Civil, Guaraçay dos Santos, o setor atendeu ocorrências como retirada de árvores que caíram ao longo do trecho da BR 101, nas alturas dos quilômetros 04, 19 e 30. Houve, ainda, registro de deslizamento de terra na região sul no condomínio praia do Pulso, local onde funcionários e máquinas trabalharam durante a madrugada.

Sobre a vazão do Rio Grande, até o momento presente o nível se encontra em 40cm e a maré continua baixa, (coeficiente de maré em 0.0), chegando em seu estofo (ponto alto) às 15 horas e 1.2. 

A solicitação é que os moradores fiquem atentos para as áreas que já são consideradas de alagamento, como Perequê Açu, Taquaral, Toninhas e Estufa II, Itaguá e Maranduba. Não há registro de nenhuma vítima e ninguém está desabrigado.

Educação
A secretaria de Educação suspendeu as aulas em algumas unidades nesta quinta-feira, 08, no período da tarde por conta de inundações e falta de água. Estão sendo tomadas devidas providências de acordo com as situações pontuais. Regiões Norte e Sul são as mais prejudicadas e sofrem inundações. 

No centro e na região Oeste, as questões são referentes a falta de água, porém, a secretaria está tentando minimizar o problema. Entretanto, as escolas Mario Covas, Maestro Pedro e Prefeito Silvino tiveram as aulas suspensas.

Saúde
As unidades de saúde funcionaram normalmente durante a manhã, porém algumas com equipe incompleta já que os servidores não conseguiram chegar ao trabalho. A região Norte é a mais prejudicada devido ao risco de queda de barreira. As unidades dessa área ficarão fechadas na parte da tarde pelas dificuldades de retorno dos funcionários.

Sabesp
De acordo com o gerente divisional da Sabesp, Fábio Okamoto, as chuvas da madrugada afetaram a qualidade das águas e, com isso, a empresa reduziu o fornecimento em alguns pontos, porém, a distribuição já está sendo normalizada.

Coleta de Lixo
A Sanepav informou que a coleta de lixo foi prejudicada no período da tarde desta quinta-feira (8), devendo ser normalizada na manhã de sexta-feira – dependendo da melhora do tempo e diminuição do volume da água do rio. Devido à chuva contínua, o rio está acima do normal, sobrepondo as pontes de acesso ao transbordo. Por isso não é possível descarregar os caminhões e efetuar a coleta por ter os veículos carregados no pátio. A empresa está monitorando a baixa do rio a fim de identificar melhora no quadro para voltar a coletar assim a situação for normalizada.

A Prefeitura pede a colaboração da população, solicitando que não coloque os lixos na rua nesta tarde. Também reforça a importância de evitar jogar lixo nas ruas, pois ocasiona o entupimento de bueiros – o que intensifica o alagamento nas vias públicas.



Últimas Notícias