Divulgação/PMC

Sem acordo, motoristas da Praiamar devem entrar em greve a partir de segunda



Postado em: 02/11/2018


Motoristas de ônibus da empresa Praiamar, responsável pelo transporte coletivo em Caraguatatuba, ameaçam iniciar uma greve a partir da 0h desta segunda-feira (05). O motivo seria a falta de acordo nas reivindicações salariais e trabalhistas. A Prefeitura já notificou a empresa para que tome providências para garantir o serviço à população.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviário, Urbano, Cargas, Anexo e Diferenciado do Litoral Norte (STTRUCAD), os motoristas da empresa recebem R$ 1.548,04, 22% a menos que a média salarial paga pelas concessionárias de transporte coletivo na região.

Em 3 de maio deste ano, foi entregue a pauta de reivindicações, sem qualquer posicionamento da empresa. Já houve duas reuniões com representantes da Prefeitura e duas mediações com o Ministério do Trabalho, sem qualquer resultado prático.

Por isso, desde o final de outubro, os trabalhadores estão em estado de greve e prometem entrar em greve a partir de segunda-feira, mantendo apenas 30% dos serviços de transporte coletivo para a população.

Prefeitura

A Prefeitura de Caraguatatuba notificou na quinta-feira (01/11) a empresa Praiamar Transportes, informando que, caso a população seja prejudicada em decorrência da greve de seus funcionários, haverá o cumprimento integral do contrato.

O documento, assinado pelo prefeito em exercício Campos Júnior, destaca que cabe à administração municipal zelar pela boa prestação do serviço, sem prejuízo à população. “Caso seja efetivada a greve, prejudicando a integralidade dos serviços prestados, imediatamente, visando assegurar a efetiva prestação dos serviços, serão tomadas as medidas legais no instrumento contratual e legislação pertinente, preconizada no inciso III, do artigo 38 da lei 8987, de 13 de fevereiro de 1995”.



Últimas Notícias