Karol Assunção/PMI

Prefeitura de Ilhabela inicia estudos técnicos para saneamento ambiental do Aterro Municipal



Postado em: 14/09/2018


A Prefeitura de Ilhabela iniciou estudos técnicos para saneamento ambiental do Aterro Municipal, onde no passado funcionou um "lixão", no bairro Água Branca. O prefeito Márcio Tenório, acompanhado da secretária de Meio Ambiente, Maria Salete Magalhães, participou de uma reunião para explanações sobre o Plano de Trabalho do Projeto de Estudos Técnicos e Apresentação de Soluções.

O encontro aconteceu no Paço Municipal e contou ainda com a participação do secretário de Serviços Urbanos, Thiago Souza, dos vereadores Gabriel Rocha e Marquinhos Guti, além dos representantes da Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE) - que fizeram a apresentação - e funcionários do Meio Ambiente. A FDTE foi contratada no último dia 30 para execução de estudos técnicos e apresentação de soluções para saneamento no Aterro Municipal. Os serviços estão previstos para serem realizados em um prazo de seis meses e objetivam o aprimoramento da gestão de resíduos que envolvem o aterro.

O projeto cumpre Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Prefeitura e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A prefeitura responde demandas sobre o assunto do Ministério Público Federal (MPF) e do Tribunal de Contas. “Este projeto é um passo importantíssimo para a solução de problemáticas com resíduos sólidos urbanos, resíduos da construção civil e podas. E também, porque cumprirá com o TAC e Cetesb, além de expor soluções para outros órgãos competentes”, destacou o prefeito Márcio Tenório. “Seguimos trabalhando da forma mais transparente possível, com a presença do Legislativo na reunião”, finalizou.

Já a secretária de Meio Ambiente, Maria Salete Magalhães, destaca que, com o projeto, a prefeitura terá o fortalecimento na gestão de resíduos. “Poderemos contribuir de maneira decisiva, enfática, progressiva e sustentável com a melhoria do atendimento das demandas no município”. O projeto está em fase de diagnóstico e os trabalhos em campo da FDTE começam na próxima terça-feira (18), com o levantamento da topografia atual (planialtimétrico).

 



Últimas Notícias