Luís Gava/PMC

Litoral Norte terá "Dia D" da vacinação contra Sarampo e Polio no próximo sábado



Postado em: 14/08/2018


O chamado "Dia D" da vacinação contra Sarampo e Poliomielite será no próximo sábado (18/8), quando os postos de saúde do Litoral Norte estarão abertos na programação da campanha nacional, iniciada no dia 4 de agosto. O público alvo são as crianças de 1 a 4 anos e 11 meses. 

Em Caraguatatuba, cerca de 30% das crianças já foram vacinadas. A campanha segue até o dia 31 de agosto, sendo o "Dia D" neste sábado. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão abertas das 8h às 17h.

No "Multiação", que será realizado na Escola Aida de Almeida Castro Graziole, das 9h às 15h, no Rio do Ouro, também haverá vacinação. Até o último dia 9, 1.722 crianças foram vacinadas contra Sarampo e 1.756 crianças foram imunizadas contra Poliomielite, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde.

Em Ilhabela, a campanha também envolve a Secretaria de Educação, com a vacinação oferecida nas escolas. Cerca de 1,8 mil crianças do município têm idade de 1 a 4 anos e 11 meses. A meta mínima a ser alcançada corresponde a 95% de cobertura vacinal contra poliomielite e sarampo. “Até o momento registramos 17% do total da meta, cerca de 320 crianças”, disse o secretário de Saúde, Osvaldo Julião.

Na Ilha, as Unidades Básicas de Saúde oferecem a vacina de segunda a sexta-feira no horário das 8h às 16h30. “No dia 18 (sábado), teremos mais um dia de mobilização nacional, quando as vacinas serão aplicadas nas unidades do Alto da Barra, Perequê, Itaquanduba e Armação, das 8h às 17h”, finalizou Julião.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), em comunicado, já alertou sobre o aumento do número de casos da doença no Brasil - em especial nos estados de Roraima e Amazonas, que fazem fronteira com a Venezuela, país que ocupa o primeiro lugar na lista de casos confirmados. Segundo a entidade, o Brasil é o segundo na lista por causa do fluxo de imigrantes venezuelanos atravessando as fronteiras brasileiras.

Em 2016, o continente americano foi o primeiro do mundo a receber o certificado da Organização Pan-Americana de Saúde de que estava livre do sarampo. Entretanto, desde o ano passado o número de casos tem crescido na região: em março eram apenas oito países com notificação da doença, agora já são onze. 

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), no momento o Brasil tem um surto em andamento em Roraima: com 234 casos notificados, 42 deles confirmados (34 venezuelanos e oito brasileiros), com duas mortes registradas (duas crianças venezuelanas), em Boa Vista, capital do estado. Já no estado do Amazonas, quatros casos foram confirmados (todos brasileiros).

 



Últimas Notícias