Adam Escada

Futebol

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e apaixonado por esporte. Fez parte da equipe Futebol Show, nas rádios Piratininga e Estadão do Vale do Paraíba, em 2014. Atualmente trabalha na Goal Brasil e é 
viciado em partidas de futebol.

As surpresas do futebol

Postado em: 25/02/2016

Adam Escada
 
Na última semana a equipe do Barcelona foi o destaque desta coluna. Mas o time catalão não é uma grande surpresa para quem acompanha o futebol. No entanto, nesta temporada, outro time vem chamando a atenção de jornalistas e torcedores por toda a Europa.

Não estou falando de PSG e Bayern de Munique que mais uma vez já tem larga vantagem no Campeonato Francês e Alemão e praticamente já garantiram mais um título nacional.

É no Campeonato Inglês que uma equipe que antes do início da temporada estava cotada como uma das favoritas a rebaixamento vem fazendo uma campanha surpreendente e deixando os grandes e sempre favoritos Chelsea, Manchester City, Manchester United, Liverpool e Arsenal para trás.

Com um elenco sem estrelas, o Leicester City segue firme na ponta da Premier League após 26 rodadas disputadas, contrariando as expectativas de todos. Até o momento são 15 vitórias, 8 empates e apenas 3 derrotas. A surpresa é ainda maior se nos lembrarmos da última temporada, nessa mesma época, quando a equipe estava na lanterna do inglês.

Situado na cidade de Leicester, a 142km de Londres, o time, conhecido popularmente como “The Foxes”, foi comprado em 2010 pelo tailandês Vichai Srivaddhanaprabha. Logo após a conquista do título da segunda divisão na temporada 2013/2014, Vichai anunciou que investiria cerca de 180 milhões libras (R$ 1 bilhão) no clube para que, em até três anos, os Foxes terminassem entre os cinco primeiros colocados da elite inglesa.

A estratégia vem dando certo e a equipe comandada por Claudio Ranieri vai mostrando que um clube de porte médio e, com investimento bem abaixo dos times de elite, também consegue brigar por títulos quando o time é bem montado e segue um padrão tático.

Entretanto é no setor ofensivo que está o segredo do sucesso do Leicester. Até então desconhecidos, a dupla de ataque do líder da Premier League vai atropelando as defesas adversárias sem ver a cor da camisa.

Artilheiro da competição com 19 gols, Jamie Vardy foi contratado junto ao Fleetwood Town FC, da quarta divisão inglesa. Além da artilharia, o atacante bateu nesta temporada um antigo recorde individual que pertencia a Ruud Van Nistelrooy, em sua época de Manchester United, ao anotar gols em 11 partidas consecutivamente. E o sucesso é tanto que o atacante já foi convocado pela seleção inglesa e briga por uma vaga no elenco para a Eurocopa deste ano.

Já o seu companheiro de ataque, Riyad Mahrez,  vice-artilheiro do time com 14 gols marcados, também se destaca por estar entre os principais assistentes do torneio. Já são 10 passes para gol, o que deixa o companheiro de Vardy atrás apenas de Ozil que tem 17. Desconhecido até então, o franco-argelino chegou do pequeno Le Havre, da segunda divisão francesa e já desperta o interesse de vários grandes clubes do velho continente.

O Leicester City não tem a obrigação e pode até não ser o campeão inglês da temporada 2016/17. Porém, por tudo o que já apresentou até aqui a equipe já mudou de status perante a imprensa e se antes era considerada apenas um azarão agora já é umas das equipes fortes e candidatas ao título da Premier League desta temporada.